Arquivos Ocultos

O site arquivos ocultos, oferece aos leitores noticias do mundo, diversas curiosidades, astronomia e ciência!

Emirados Árabes Unidos prometem colonizar Marte com 600 mil habitantes em até 100 anos

  Arquivos Ocultos      








Será que "chegar em Marte" virou a nova "corrida espacial"?

O Vice-Presidente, Primeiro Ministro e Governador de Dubai, Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, juntamente com o Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Vice-Comandante Supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos, o xeque Mohamed bin Zayed Al Nahyan, revelaram recentemente um projeto ambicioso de exploração espacial: o "Projeto Mars 2117" (Marte 2117 em português). A missão principal visa estabelecer o primeiro povoamento humano habitável em Marte até 2117, com cerca de 600.000 habitantes!









O Sheikh Mohammed bin Rashid disse que explorar o espaço é um velho sonho humano, e segundo ele, o desejo é que os Emirados Árabes Unidos liderem os esforços internacionais para realizar esse sonho. Ele disse que os Emirados Árabes Unidos estão entre os 9 melhores países do mundo que investem nas ciências espaciais, acrescentando que ele visa acelerar a pesquisa neste domínio. "As ambições humanas não têm limites e quem olhar para as descobertas científicas no século atual percebe que as habilidades humanas podem realizar o sonho humano mais importante", disse o xeque Mohammed.




"O novo projeto é uma semente que plantamos hoje, e esperamos que as gerações futuras colham os benefícios, impulsionados pela paixão de aprender a desvendar um novo conhecimento", disse o xeque Mohammed. "O desembarque de pessoas em outros planetas tem sido um sonho de longa data para os seres humanos. Nosso objetivo é que os Emirados Árabes Unidos liderem os esforços internacionais para tornar este sonho uma realidade "




Enquanto isso, o xeque Mohamed bin Zayed disse que o objetivo do futuro próximo é desenvolver habilidades e as capacidades de seu país. "O projeto Mars 2117 é um projeto de longo prazo, onde nosso primeiro objetivo é desenvolver nosso sistema educacional para que nossos filhos sejam capazes de liderar pesquisas científicas nos vários setores", disse o xeque Mohamed. Ele também disse que os resultados de conhecimento do projeto de pesquisa estarão disponíveis para todas as instituições internacionais de pesquisa. Ele acrescenta ainda que o objetivo da pesquisa é contribuir também para facilitar a vida das pessoas na Terra, principalmente nas questões de transporte, energia e alimentos.

"Os Emirados Árabes Unidos se tornaram parte de uma iniciativa científica global para explorar o espaço, e esperamos servir a humanidade através deste projeto", disse o Príncipe da Coroa de Abu Dhabi.





O ambicioso projeto foi anunciado recentemente, durante uma reunião da 5ª Cúpula Mundial do Governo, e deverá ser desenvolvido e executado em parceria com as principais instituições internacionais de pesquisa científica. A reunião de cúpula teve ainda a participação de Elon Musk e do ex-presidente norte-americano, Barack Obama.



A primeira fase do projeto irá focar no desenvolvimento dos cientistas e suas habilidades, ou seja, no avanço científico para facilitar a chegada dos humanos ao Planeta Vermelho até as próximas décadas. O projeto Mars 2117 também visa preparar uma equipe de cientistas árabes para desenvolver um consórcio internacional, e assim, acelerar os avanços. O projeto começará com uma equipe científica nacional (árabe) e será estendido para incluir cientistas e pesquisadores internacionais, além de agilizar os esforços no quesito "assentamento no Planeta Vermelho".





Ainda segundo o comunicado oficial, o projeto se concentrará no desenvolvimento de meios mais rápidos de transporte para viagens interplanetárias, como também em sistemas de alimentação e energia que os colonos terão que desenvolver por lá.








Uma equipe de engenheiros árabes, juntamente com um grupo de cientistas e pesquisadores, apresentaram um conceito do que será a primeira cidade humana em Marte, que deverá ser construída por robôs. O plano apresentado durante a reunião de cúpula destacou o estilo de vida esperado em Marte em termos de transporte, produção de energia e fornecimento de alimentos, bem como obras de infra-estrutura e materiais utilizados para a construção da cidade.




Em 2015, os Emirados Árabes Unidos anunciaram sua missão Mars Probe, que enviará a primeira espaçonave do mundo árabe ao Planeta Vermelho em uma missão de exploração científica, que se tudo der certo, deve pousar em Marte em 2021. Se a intenção real é colocar 600 mil pessoas em Marte até 2117, é bom eles correrem!





Imagens: (capa-ilustração/Ville Ericsson) / Tweeter / Ville Ericsson / Government of Dubai / divulgação
06/03/17

logoblog

Thanks for reading Emirados Árabes Unidos prometem colonizar Marte com 600 mil habitantes em até 100 anos

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »