quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Ouça o lendário disco dourado que viaja pelo cosmos a bordo das naves Voyager

  Arquivos Ocultos       quarta-feira, 16 de agosto de 2017




A CAPA COM DIVERSAS MENSAGENS E O DISCO 'OS SONS DA TERRA' (FOTO: REPRODUÇÃO)

Quando as duas naves da missão Voyager foram lançadas ao espaço em 1977, o pessoal da NASA teve uma ideia incrível. As sondas estavam destinadas a viajar para sempre pelo espaço, indo muito além das fronteiras do nosso Sistema Solar.Então por que não equipá-las com algo que dissesse um pouco sobre quem as construiu, a humanidade do século 20, e também sobre o planeta que habitamos?Mesmo que as Voyagers nunca sejam interceptadas, de qualquer forma o disco é uma interessante cápsula do tempo

Publicidade:



Foi com isso em mente que uma equipe liderada pelo brilhante astrônomo Carl Sagan desenvolveu o chamado Golden Record, um disco de cobre banhado a ouro que compila diversos sons da Terra. Um exemplar foi acoplado a Voyager 1, o artefato humano mais distante no espaço, a quase 20 bilhões de quilômetros daqui e já fora do Sistema Solar; outro viaja a bordo da Voyager 2, que está a pouco mais de 16 bilhões de quilômetros de nosso planeta, na parte mais externa da heliosfera, a fronteira que marca o fim da influência do Sol e o início do espaço interestelar. Dá para acompanhar a localização das naves em tempo real por aqui.

Na semana passada, a NASA disponibilizou as faixas do disco dourado em sua conta no SoundCloud. Todas as saudações em 55 línguas diferentes foram adicionadas, inclusive a em português, onde uma moça diz: “paz e felicidade a todos.” Em outra playlist, encontram-se 19 sons da Terra como de uma mãe confortando um bebê que chora, o barulho do vento e da chuva, de trens, de carroças e de vários animais.

Provavelmente por questões de direito autoral, as músicas que viajam com as naves não foram incluídas. Entre elas estão canções folclóricas de diversos países, expoentes da música clássica como Beethoven e ícones da música popular como Chuck Berry, com “Johnny B. Goode”. Carl Sagan quis incluir “Here Comes The Sun”, dos Beatles - eles adoraram a ideia, mas a gravadora EMI vetou a participação da banda.

Mesmo que as Voyagers nunca sejam interceptadas (e por serem muito pequenas, é bem provável que não sejam mesmo), de qualquer forma o conteúdo do disco é uma interessantíssima cápsula do tempo.

Opinião: Bom eu achei sensacional, bem que a nasa poderia abrir mais áudios assim, para nós (curiosos)


Publicidade:



Explore abaixo as duas playlists:



Essa postagem foi retirada do site revistagalileu
logoblog

Thanks for reading Ouça o lendário disco dourado que viaja pelo cosmos a bordo das naves Voyager

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »

Nenhum comentário:

Postar um comentário